A minha Experiência em Portugal – por Adem Ugurlu

Vim para Portugal em Janeiro de 2020 como estudante para fazer um estágio na Prismaat no final dos meus estudos. Na época em que estive lá, pude conhecer a cultura local e experimentar o que significa viver e trabalhar em Portugal.

Pessoas:

Apesar de não falar português, sempre achei que todos eram muito gentis e afáveis; sempre que encontrava pessoas que não falavam inglês, faziam grandes esforços para comunicar comigo. E essa abertura que ajudou-me a me sentir confortável estando fora do meu país. Todas as pessoas que encontrei foram sempre gentis e educadas. O povo português tem uma tranquilidade que também se transmite para estrangeiros, o que torna as interações muito amigáveis e sinceras. Em geral, as pessoas são tranquilas e diretas, mas o subtexto e a comunicação tácita são também elementos essenciais. Achei melhor abordar as pessoas com respeito e gentileza, partindo daí para me adaptar às reações das pessoas com quem interagi. Outra coisa que descobri rapidamente é que os portugueses têm um enorme sentido de humor, e foi essa característica que eu mais gostei.

Lugares:

Infelizmente o meu estágio em Portugal foi interrompido devido à pandemia do Corona vírus, mas ainda consegui ver alguns locais. Passei a maior parte do tempo em Braga, onde morei alguns meses. A cidade possui uma parte antiga muito charmosa e um centro ativo, mas caso prefira a natureza, também há muito o que ver aqui. Rodeado por colinas e florestas, Braga é muito atraente. Um pouco fora da cidade, nas montanhas circundantes existem os santuários de Sameiro e Bom Jesus, que são muito bonitos de se ver.

Depois, há o Porto, que fica a apenas uma hora de distância de Braga e é surpreendente. Completo com um rio enorme e muitas pontes para atravessá-lo, além de ruas muito curvas e bonitas, o Porto é uma das cidades mais bonitas da Europa Ocidental e definitivamente recomendável.

No pouco tempo que estive lá, também vi a cidade vizinha de Braga, Guimarães. É semelhante a Braga, embora um pouco menor, mas com edifícios históricos por toda a cidade e um miradouro nas colinas, de onde se pode ver toda a cidade. É uma viagem que vale a pena, apenas para ver as vistas num dia. Para os interessados nos aspetos comerciais, a cidade também abriga um shopping center perto da estação rodoviária.

A Espanha é o único vizinho de Portugal e, naturalmente, muita troca ocorre entre os dois. Os países não apenas comercializam muito, mas as pessoas atravessam a fronteira livremente o tempo todo. Não é incomum encontrar espanhóis em Portugal que estejam lá para visitar ou trabalhar. Dividi um apartamento exclusivamente com espanhóis que vieram fazer seus estágios em Portugal, como eu. Não é um problema para as pessoas em Portugal e na Espanha visitar o outro país, principalmente por causa da proximidade. Isso viabiliza viagens curtas a Espanha. Braga fica muito perto da fronteira norte e, com o autocarro, demora apenas algumas horas a chegar à região Galega de Espanha, que também é muito agradável de ver. Santiago de Compostela é a maior cidade lá. A cidade tem um centro muito intacto, como as cidades portuguesas, mas o estilo é diferente.

Embora tenha ficado apenas alguns meses, tive a oportunidade de conhecer este grande país que aprendi a apreciar. No futuro, definitivamente voltarei para conhecer mais ainda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Abrir Chat