Vistos e Emigração

APOIO A INDIVÍDUOS QUE QUEIRAM MORAR NA EUROPA

 

Você está pensando em se mudar para a Europa? Se assim for, então você precisa perguntar a si mesmo qual país europeu que você vai escolher? O que você vai precisar antes de viajar? As coisas básicas a considerar durante a mudança são vistos e autorizações. Mas também vacinas, restrições ou impostos sobre itens domésticos enviados, impostos devidos ao despacho do carro, vacinas e quarentenas para animais de estimação e seguro.

Pode parecer muito cansativo e trabalhoso lidar com tudo isso. O nosso trabalho é facilitar este processo para você!

Vamos analisar a situação portuguesa. Antes de vir para Portugal terá de descobrir qual o visto ou autorização de residência que necessita para entrar e permanecer legalmente no país. A imigração portuguesa difere dependendo da sua nacionalidade, do propósito da sua estadia e do período de tempo pretendido em Portugal.

De acordo com a política de imigração portuguesa, os cidadãos da UE / EEE e da Suíça podem entrar normalmente usando os seus cartões de identidade. Todos os outros visitantes estrangeiros precisarão de um passaporte válido por pelo menos seis meses, para além do visto.

Os vistos portugueses são normalmente processados pela embaixada de Portugal no seu país de residência. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) em Portugal é responsável pela emissão da Autorização de Residência.

Requisitos para Vistos Portugueses: Qual o Visto Adequado?

Schengen

Visto Shengen de Curto Prazo

Se estiver a visitar Portugal como turista ou se pretender permanecer por menos de três meses, pode candidatar-se a um visto Schengen Português. O visto Schengen de curta duração permite-lhe ficar em Portugal, ou em qualquer parte do espaço Schengen. Isto durante um total de 90 dias num período de 180 dias. Existem diferentes tipos de vistos Schengen a curto prazo: vistos de trânsito aeroportuário (visto A), visto de trânsito e de curta duração (visto C) e validade territorial limitada (LTV)

Residence

Visto de Residência Português

Este é um visto Português para um período de quatro meses. Pode servir para solicitar uma autorização de residência após a chegada. Pode ser concedido por qualquer uma das seguintes razões: trabalho como empregado, trabalho autônomo ou atividades empreendedoras. Também para pesquisa científica ou ensino, estudo, intercâmbio de estudantes.Para estágio ou serviço voluntário e programas de mobilidade de ensino superior. Por fim para reunião familiar, aposentadoria e pensionistas.

Work

Trabalho em Portugal

Os cidadãos da UE / EFTA não precisam de nenhuma autorização de trabalho oficial em Portugal. No entanto precisam de encontrar um emprego se não tiverem fundos suficientes para se sustentarem. Aos não-membros da UE que estão entrando para fins de trabalho por menos de três meses será exigido um Visto Schengen Português de curto prazo para fins comerciais. Se o emprego durar mais de três meses, é necessário um Visto de Residência Português (tipo D, visto de longa duração) para fins de emprego.

Study

Estudar em Portugal

Se você se mudar para Portugal para estudar por mais de três meses, precisará de uma permissão ou certificado de residência em português, dependendo da sua nacionalidade. Aqueles que necessitarem de um visto para entrar em Portugal terão primeiro de solicitar um visto Schengen para estudantes, e depois recolher uma autorização de residência para prolongar a sua estadia em Portugal.

Family Reunion

Reunião Familiar Portugal

Cônjuges, parceiros e alguns familiares podem candidatar-se a juntar-se a estrangeiros que residam em Portugal. Quem pode candidatar-se e os processos dependem do estatuto de residência da pessoa que se mudou para Portugal. Depende também do tipo de relação familiar e da nacionalidade do candidato.

Citizenship

Cidadania Portuguesa

Os residentes estrangeiros podem candidatar-se à plena cidadania portuguesa após seis anos de residência. No entanto existem excepções. Por exemplo, são apenas três anos para os cônjuges de cidadãos portugueses. É, no entanto, um processo consideravelmente mais fácil para os filhos nascidos de pelo menos um cidadão português ou um detentor de residência permanente estrangeiro.

 

Tipos de Vistos Portugueses de Longa Duração

 

VISTO D1 – Trabalhadores

Destinado a quem tem promessa ou contrato de trabalho, bem como documento comprovando a ausência de um contingente global de oportunidades de emprego (art. 59 nº 7 da Lei 23/2007, de 4 de julho).

VISTO D2 – Empreendedores

Visa fornecer uma autorização de residência para estrangeiros que desejem constituir uma atividade comercial em Portugal, de acordo com o artigo 60, parágrafo 2, da Lei n. 23/200

VISTO D7 – Aposentados e Pensionistas

Concedido aos aposentados e pessoas que possuem sua própria renda mensal. A residência pode ser estendida a cônjuges, filhos menores de 18 anos e pais com mais de 65 anos.

VISTO GOLD

O Visto GOLD é uma Autorização de Residência para Investidores. Concedido a nacionais de países terceiros que preencham determinadas condições de elegibilidade e investimento em Portugal.